Saberes, sabores e agroecologia

Sexta, 22 Março 2019 14:50 Por:
Seu Chico na Feira Agroecológica Espaço Antonio Conselheiro

Seu Chico na Feira Agroecológica Espaço Antonio Conselheiro Créditos: João Marcos Nunes

SABORES, SABERES E AGROECOLOGIA

Nascido em Castanhal no Pará, aos seis anos de idade o pequeno Francisco parte das florestas em direção aos sertões do Ceará, exatamente para Senador Pompeu na comunidade de Muxinató onde vive até hoje. Foi lá onde conheceu Antônia e deste amor nasceram às filhas Glauceane e Marina. O casal tem muito orgulho do estilo de vida que levam e que proporcionam as suas filhas. Na comunidade sempre foi difícil o acesso à água, mas desde 2006 a família deixou de andar quilômetros em busca desse valioso recurso, isso porque foi implantado ao lado de casa uma cisterna de placas, mais um sonho que se transformou em realidade.

Com água para o consumo garantida, só faltava garantir a produção de alimentos pra vida no campo ficar ainda melhor. “Foi em 2013 que eu fui agraciado com essa cisterna de segunda água, eu passei a conhecer o Instituto Antonio Conselheiro (IAC) e passei a trabalhar a agroecologia, uma forma de produzir um alimento limpo e também não fazendo queimadas, degradando o meio ambiente ” , conta alegre Seu Francisco. A família também conquistou em 2018, um sistema reuso de águas cinzas, graças a um projeto executado pelo IAC em parceria com o Governo do Estado do Ceará e em janeiro de 2019 o IAC implantou a Fossa ecológica na residência, concluindo o sistema de saneamento ecológico, com isso todo o esgoto produzido pela residência passou a ser coletado, tratado e utilizado para a produção de alimentos no quintal agroecológico, “Essa ação é importante, mas é preciso a gente se dedicar com a natureza todos os dias, estar unido a ela”, comenta Seu Chico.

O quintal produtivo agroecológico que a família trabalha, é tarefa de todos os dias, tudo está lá, os pequenos animais como galinhas e porcos e a produção diversificada de verduras e frutas. Tem cheiro verde, cebolinha, couve, alface, jerimum, tomate, pimentão, pimentinha, acerola, goiaba, mamão, quiabo, melancia, além das plantas medicinais como hortelã, malva, capim santo, cidreira, tudo sob o olhar do casal. A fartura é tanta que esses produtos além de ir para dentro de casa, são vendidos também nas Feiras Agroecológicas do Espaço Antonio Conselheiro. Seu Chico do Leite e Dona Antonia fazem questão de sempre estarem presentes na Feira, é neste espaço que reafirmam seu trabalho pela boa conversa, pela diversidade de cores e sabores dos produtos agroecológicos do quintal. Conheça a Feira clicando aqui!

FEIRA AGROECOLÓGICA ESPAÇO ANTONIO CONSELHEIRO

O espaço fraterno e de grande diversidade de alimentos da Feira, é a prova de que o trabalho de agricultoras e agricultores, como Seu Chico e Dona Antonia é reconhecido e partilhado para outras pessoas de diferentes lugares e modos de vida, pois se alimentar bem é essencial e também é um direito. A ação vai além da fartura de alimentos e nutrientes, ela vem demonstrar como um novo jeito de consumir e aproximar pessoas pode ser feito pela união do campo com a cidade. A realização de momentos como este fortalecem a grande concha de saberes que é o Semiárido, que expressa luta por conhecimento, por cultura, por agroecologia e educação, tudo isso está expresso no espaço coletivo e solidário das feiras. Conheça nossa página no Facebook e partilhe com seus amigos a agroecologia!



voltar