Sistema de Saneamento Ecológico Rural

Quarta, 12 Junho 2019 17:45 Por:
Sistema de Saneamento Ecológico Rural

SISTEMA DE SANEAMENTO ECOLÓGICO RURAL

No semiárido cearense, praticamente 100% dos domicílios rurais são desprovidos de saneamento básico, desta forma os efluentes domésticos são liberados diretamente no ambiente (águas cinzas) ou em fossas (resíduos dos vasos sanitários), quando esses efluentes não recebem um tratamento adequado causam severos danos ao meio ambiente e a saúde pública.

O Instituto Antônio Conselheiro tem acompanhado a produção de esgoto doméstico por residências rurais localizadas no semiárido cearense, onde foi constatado que mensalmente são produzidas, em média, 5.000 l de águas cinzas (provenientes do banho, lavagem de roupa e de louça) e 1.800 l de efluentes do vaso sanitário (composto de água, fezes e urina). Observamos que mesmo em condições de semiárido uma residência produz um elevado quantidade de esgoto. Vale ressaltar, que esta água residual possui elevada concentração de matéria orgânica, óleos e gorduras, tornando-a rica em nutrientes que são necessários para a produção vegetal, tais como nitrogênio, fósforo, potássio, cálcio e magnésio.

A partir dos dados apresentados, pode-se inferir sobre o potencial de utilização das águas residuais dos domicílios rurais para a produção vegetal nos quintais agroecológicos. Desta forma, foi idealizado um sistema de saneamento ecológico rural em que o enfoque principal é a coleta e tratamento dos efluentes domésticos, evitando a poluição ambiental e danos à saúde, além de disponibilizar água e nutrientes para a produção nos quintais agroecológicos.

O Sistema de Saneamento Ecológico Rural trata-se de duas tecnologias sociais em funcionamento, a primeira coletando e tratando as águas cinzas (sistema de tratamento e reuso das águas cinzas) e outra as águas provenientes do vaso sanitário (fossa ecológica). As duas tecnologias partem do princípio de que os resíduos não são vistos como um problema, mas sim como potencial para aumentar a capacidade de produção de alimentos da unidade familiar, pois nas duas tecnologias a água e resíduos coletados e tratados são destinados a produção de frutas, hortaliças e pequenos animais nos quintais agroecológicos, aumentando a renda familiar e gerando segurança alimentar.

O Sistema de Saneamento ecológico é economicamente viável e tecnicamente seguro, proporcionando significativos ganhos ambientais, econômicos e sociais.

Conheça nossa página no Facebook e partilhe com seus amigos a agroecologia!
voltar